Customer Experience

Mutant anuncia aquisição da Dextra

Por: Mutant, setembro 5, 2018

Empresa é especialista em desenvolvimento de softwares.

É com muita felicidade que comunicamos aos clientes, colaboradores e fornecedores a compra integral da Dextra. Essa aquisição é mais um importante passo em direção a consolidação do nosso compromisso em ser a melhor empresa de Customer Experience.

Até aqui, a oferta de produtos e serviços da Mutant estava estabelecida em quatro verticais: Digital, Consultoria, Processos e Performance e Qualidade e Insights. Com a chegada da Dextra, vamos incorporar mais uma vertical de negócios: Desenvolvimento de Softwares sob medida.

Com isso, fortalecemos nosso entendimento de que a oferta full service para nossos clientes empresariais possibilita ganhos de performance e resultados, ao mesmo tempo em que melhora a experiência e satisfação dos clientes finais.

“A Dextra sempre chamou nossa atenção pela sua capacidade em criar experiências positivas para seus clientes. Inclusive, a Mutant é um cliente Dextra. Ao longo dos diversos projetos que fizemos com eles, ficamos impressionados com a qualidade da equipe e o ambiente de trabalho deles. Esses foram os principais motivos que nos levaram a começar a conversar sobre uma possível aquisição”, afirma Alexandre Bichir, CEO da Mutant.

Como podemos observar nas palavras do Alexandre e no site da própria Dextra, o fator humano é um relevante diferencial. Baseada em Campinas, a companhia figura há 6 anos como Top 10 “Great Place to Work” para médias empresas. Nas palavras de Eduardo Coppo, sócio da empresa: “A gente tem uma dinâmica de trabalho e um ambiente que são reconhecidamente dos melhores do Brasil. Como resultado, temos muito orgulho em dizer que contamos com os melhores profissionais do mercado e entregas realmente superiores a concorrência”.

Atualmente, a Dextra tem uma carteira de mais de 30 clientes e conta com 300 profissionais. Já a Mutant, possui mais de 170 clientes e 2700 colaboradores. O plano de sinergia entre as empresas é extenso, mas podemos destacar alguns pontos:

  • Aprendizado cultural
  • Cross-sell
  • Expansão do portfólio

No que tange a questão operacional, a Dextra vai funcionar como uma Business Unit. Ou seja, o dia a dia e outros aspectos relevantes da operação continuam sob a gestão dos antigos sócios, que agora passam a ser executivos da Mutant. “A ideia é alavancar os diferencias da Dextra – até porque foram esses mesmos diferenciais que nos fizerem fechar esse negócio. As duas empresas têm muito a ganhar com esse movimento” conta Rouman Ziemkiewicz, CSO da Mutant.

Com relação à marca, conforme Guilherme Almeida, Diretor de Marketing da Mutant: “Em casos como esse, a definição da substituição da marca ou, eventualmente, de alterações visuais ou de nome, exige um estudo cuidadoso. Nós vamos fazer tudo conforme as melhores práticas.”

Essa é a quarta aquisição realizada pela Mutant nos últimos dois anos, depois da Unear, CCM7 e TSA. Para conhecer um pouco mais sobre a Dextra, você pode acessar seu site, Facebook e LinkedIn.

Obrigado e vamos em frente!

Sempre Mutant, Sempre Diferente

    • Receba nosso conteúdo em primeira mão.