Marketing

Neuromarketing: sua estratégia de marketing baseada em ciência

Por: Mutant, outubro 22, 2019

Sabia que o nosso cérebro está ocupado diariamente filtrando e coletando informações que se tornarão parte da memória ou descartadas? É por isso que grande parte das marcas está interessada em neuromarketing.

Afinal, a empresa que não quer influenciar positivamente o público na hora da compra que atire a primeira pedra. Mas como isso acontece? É realmente possível conquistar uma compreensão profunda da experiência do consumidor?

Este conteúdo vai mostrar algumas respostas, e acompanhando a leitura, você vai aprender mais sobre o marketing de neurociência e conhecer os benefícios de adotar essa estratégia na sua empresa.

Entenda o que é neuromarketing

Estamos falando de um ramo do marketing tradicional que utiliza as informações coletadas por meio do estudo das respostas sensório-motoras, cognitivas e afetivas dos consumidores aos estímulos de marketing.

Isso ajuda as marcas a entenderem por que os clientes tomam determinadas decisões e quais áreas do cérebro são responsáveis por essas escolhas. Com base nisso, a busca é entender a melhor fórmula para estimular as vendas.

O campo do neuromarketing faz um esforço para reunir as áreas de neurociência, psicologia e marketing, visando analisar a complexidade do cérebro humano. Desbravar essas ciências é um diferencial para descobrir o que está por trás do que as pessoas fazem e pensam.

Saiba como o neuromarketing pode ser aplicado na prática

As ideias de neuromarketing são interessantes a uma ampla variedade de contextos. Lojas físicas ou online, restaurantes, supermercados e agências são apenas alguns exemplos de espaços que podem se beneficiar do seu uso.

Na prática, as ações conduzem pesquisas sobre como o sistema neurológico do consumidor responde a estímulos de marketing. Em seguida, aplicam insights baseados nas evidências encontradas.

A maioria dos comportamentos humanos pode ser, pelo menos parcialmente, atribuída a traços ou gatilhos psicológicos profundos. Confira alguns exemplos.

Estímulos sensoriais

Sons, imagens, cheiros e até gostos afetam a maneira como seu público-alvo pensa na sua empresa. Ao aceitar a ciência do neuromarketing, é possível experimentar a alquimia da lealdade à marca e descobrir os conceitos que realmente convencem os clientes a comprar.

Embora a música e até as imagens atraentes sejam cruciais para criar uma experiência multissensorial, também há outros pontos a serem considerados. Por exemplo, o sistema límbico no cérebro responsável pelo processamento de cheiros também está no controle de nossas memórias e emoções.

Use o perfume certo como parte de suas táticas sensoriais de marketing e poderá lembrar instantaneamente seus clientes de um momento da infância ou ajudá-los a recomprar seu produto na próxima vez que perceberem um aroma semelhante na área.

A psicologia das cores também tem uma participação muito forte no marketing. Sabe-se que a cor tem um poderoso impacto psicológico no comportamento e nas decisões das pessoas. E esse conhecimento é bem aproveitado por designers e profissionais de marketing. Muitas vezes, a cor pode ser a única razão pela qual alguém compra um produto.

Por exemplo, o vermelho cria um senso de urgência, enquanto o azul é associado à tranquilidade e o verde à saúde, natureza.

Gatilhos Mentais

Confira os principais gatilhos usados nas ações de neuromarketing.

Escassez

O gatilho psicológico da escassez cria valor para um item por meio da limitação. Na prática, é trazer a noção de que algo vai acabar rapidamente, como uma chamada que diz: “Últimas unidades no estoque. Aproveite!”.

Urgência

O sentido da urgência é estimulado por verbos e palavras que indicam pressa, como: “Corra! Oferta por tempo limitado!”

Reciprocidade

A reciprocidade funciona da seguinte forma: se você der aos seus clientes em potencial algo valioso, eles se sentirão obrigados a lhe dar algo em troca. Esse “algo” pode ser uma referência, uma venda, um endereço de e-mail ou qualquer coisa importante para a sua estratégia.

Conheça 5 benefícios de investir em neuromarketing

A capacidade de desbloquear as emoções e os motivos ocultos por trás de uma compra é apenas um dos benefícios do neuromarketing. A seguir, você vai ver outras vantagens de investir nessa estratégia.

1. Incentiva a decisão do comprador

Como você já deve ter percebido, influenciar a tomada de decisão do cliente é uma das principais áreas em que o neuromarketing é usado. Há uma infinidade de maneiras pelas quais as marcas fazem isso.

Pode ser tão simples quanto a organização dos ambientes das lojas, a ordenação de apresentação dos produtos, o uso ou não de sinalização vertical ou de certos aromas. Nem sempre é um processo lógico, mas várias técnicas podem ser bem eficazes — e saber como usá-las certamente é um diferencial para mover o consumidor.

2. Melhora a experiência online

Semelhante à maneira como os ambientes tradicionais das empresas influenciam as decisões de compra, os espaços online também podem se beneficiar da ciência do cérebro para promoverem boas experiências. O conceito de customer experience está no centro disso.

Podemos citar como exemplo de aplicação na web o uso de uma fonte específica no site, a forma como as imagens são apresentadas ou a rapidez com que a marca responde a um chamado. O fato é que a satisfação com vivências online tem um efeito profundo no fortalecimento das associações entre as marcas e os seus públicos.

3. Permite descobrir novos pontos de vista

O neuromarketing fornece novos olhares porque tem uma perspectiva diferente da pesquisa comum. É capaz de medir os efeitos de nível mais baixo de projetos (como anúncios impressos) e vídeos (como anúncios na TV e na web) em termos de atenção, emoções das pessoas e respostas de memória.

Enquanto muitos profissionais costumam se concentrar somente nos significados de nível mais alto que estão criando, com a pesquisa, conseguem focar recomendações mais consistentes. Isso inclui informações sobre como projetar imagens pra captar melhor a atenção e editar melhor um anúncio, tornar as informações principais mais memoráveis ​​e despertar gatilhos que impulsionam o envolvimento emocional.

Os anunciantes que utilizam estratégias de neuromarketing empregam a tecnologia de rastreamento ocular pra identificar para o que os clientes passam mais tempo olhando. Essas análises mostram que anúncios incluindo pessoas são, muitas vezes, mais eficazes do que quando não há presença humana.

As descobertas da tecnologia de rastreamento ocular também indicam que, quando a personagem do anúncio olha na direção do conteúdo da mensagem, os clientes se concentram mais no enunciado.

4. Otimiza designs e contribui pra inovação de produtos

O neuromarketing também é útil pra avaliar as reações dos consumidores às ideias de produtos e designs de embalagens. Essas reações são amplamente emocionais, automáticas e estão fora da parte consciente do cérebro.

Por exemplo, a marca Frito-Lay descobriu que sacolas brilhantes com imagens de chips desencadeavam respostas negativas, enquanto sacolas foscas com fotos de batatas, não. Logo após a pesquisa, novas bolsas foram projetadas e as brilhantes, eliminadas.

5. Favorece previsões e insights poderosos

O neuromarketing pode fornecer uma visão anterior do que pode ou não funcionar para o seu negócio. Por exemplo, como vimos, o mapeamento ocular permite verificar exatamente onde o consumidor concentra atenção em uma página ou tela.

Se você estiver projetando um site ou logotipo, convém fornecer aos usuários esboços brutos pra não apenas identificar o que eles pensam sobre a estética, mas também em que ponto eles estão realmente prestando atenção. A percepção inicial oferecida pelo campo do marketing da neurociência é indispensável.

Percebe que as pessoas são boas em expressar o que querem, gostam ou até quanto pagam por um item, mas não sabem acessar de onde vem esse valor ou como é influenciado por fatores como vitrines, cores, cheiros etc.? O neuromarketing explica os elementos ocultos no processo de decisão. Pense nisso na hora de inovar!

Que tal receber outros artigos relevantes pra sua estratégia diretamente na sua caixa de entrada? Assine a nossa newsletter e se mantenha atualizado!

    • Receba nosso conteúdo em primeira mão.